Segmento de alimentação saudável apresenta oportunidades de negócio

Segmento de alimentação saudável apresenta oportunidades de negócio

Produtos antes desconhecidos na mesa dos brasileiros, ganham destaque.

Um estudo da agência de pesquisa Euromonitor, o mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar cresceu 98% no país nos últimos 10 anos. O setor movimenta US$ 35 bilhões por ano no Brasil, que é o quarto maior mercado do mundo. 

A abrangência do segmento se justifica pelo fato de que, para 28% dos brasileiros, consumir alimentos nutricionalmente ricos é muito importante. Além disso, 22% da população opta por comprar alimentos naturais e sem conservantes. O crescimento também se dá pelo crescente interesse em produtos que até pouco tempo eram desconhecidos na mesa dos brasileiros e nas lavouras, como a quinoa, a linhaça, o goji berry, o açafrão e a chia. 

Segundo o Conselho Nacional de Saúde (CNS), há dois milhões de pessoas no Brasil afetadas pela doença celiaca (alergia a glúten) ou que seguem uma dieta restrita de proteínas. Este será sem dúvida a fatia de mercado que mais crescerá nos próximos anos, sendo que o principal desafio é encontrar substitutos à altura do trigo e dos produtos com ele produzidos.

De olho nesta fatia do mercado a Tia Sônia, fabricante de alimentos saudáveis de Vitória da Conquista na Bahia, investiu em soluções Masipack para aumentar sua produção e lançar uma linha de snacks 100% naturais. Produzidos artesanalmente os produtos além de veganos, não contém glúten, lactose ou conservantes artificiais e a linha contas com cinco sabores diferentes que vão de grãos caramelizados à frutas secas.

A Masipack, líder na fabricação de máquinas para embalar snacks, possui uma ampla linha de equipamentos que vão do processo de pesagem à paletização dos produtos, sempre agregando qualidade e confiabilidade no processo, sem perda de produtividade.

Close Menu